quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Agora, o PMDB quer ouvir as gravações que lançam suspeitas sobre o PISA


Depois de se recusarem a participar das duas sessões ocorridas nesta semana, quando a presidenta da CPI da Corrupção revelou as suspeitas de irregularidades nos contratos do Programa Socioambiental (Pisa), da prefeitura de Porto Alegre, e disponibilizou gravações de telefonemas interceptados pela Polícia Federal durante as investigações da Operação Solidária, deputados do PMDB solicitaram, hoje, cópia dos áudios.

Durante a manhã, o líder da bancada peemedebista, Gilberto Capoani, telefonou para a deputada Stela Farias e pediu para ter acesso às gravações. A parlamentar aceitou o pedido e anunciou a convocação de uma reunião extraordinária na próxima terça-feira (8), quando os áudios serão reapresentados.

Capoani mudou de opinião sobre a gravidade das gravações. Em entrevista ao jornal Zero Hora desta quinta-feira (3), o deputado fez a seguinte declaração: "daqui a pouco vão investigar até São Pedro, para ver quem pode ou não entrar no céu. Tenho mais o que fazer".

Hoje à tarde, os deputados Nelson Harter, Alexandre Postal e Alceu Moreira, todos do PMDB, estiveram na sala da CPI para examinar o material, que se encontra guardado num cofre. Ficou acertado, no entanto, que todos os interessados poderão ouvir as gravações na próxima terça-feira.

Nenhum comentário: