quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Resposta seletiva

"Vou repetir o que já ouvi de conhecidos tucanos: a governadora Yeda Crusius não é boa da cabeça. Em plena crise do Detran, enfrentando a suspeita da compra da sua casa em plena campanha eleitoral, a governador permite que a filha – sem renda, sem emprego – adquira uma casa. E a estratégia adotada é a de tratar a operação como “assunto privado”.
O comentário é do jornalista Luis Nassif, ao analisar o pedido de investigação do PSOL sobre a compra de uma casa por Tarsila Crusius, filha de Yeda.
O novo coordenador de Comunicação Social do governo Yeda Crusius (PSDB), Antonio Matiello, enviou uma resposta a Luis Nassif, referindo o relatório da CPI do Detran, feito por um deputado tucano. Só não mencionou que o documento elaborado pelo deputado Adilson Troca (PSDB) virou letra morta. O que vingou daquela comissão de inquérito foi o voto em separado apresentado pelos deputados da oposição, que originou uma representação do Ministério Público Federal contra a governadora e outros oito integrantes da base aliada. Para quem não se lembra, o trabalho do MPF serviu de fundamento para a ação civil pública movida pela Justiça Federal contra a turma que arrombou os cofres do Detran.

Nenhum comentário: