quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Arruda quer do DEM o mesmo tratamento que Yeda recebeu do PSDB


Depois de ser flagrado recebendo dinheiro do ex-secretário Durval Barbosa, o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, afirmou que gostaria de ter de seu partido o mesmo tratamento que o PSDB dedicou à governadora Yeda Crusius, também emaranhada numa imensa teia de denúncias de corrupção e trapalhadas.

O partido do governador falou em expulsão. Já o tucanato preenche laudas e laudas em defesa de Yeda toda vez que o Palácio Piratini é alvo de um petardo, normalmente lançado pelos próprios aliados.

O que Arruda não se deu conta é que, para ter um tratamento tão obsequioso, a governadora gaúcha pronunciou três palavrinhas mágicas, que lhe abriram as portas da compreensão: “não cairei sozinha”.

2 comentários:

valeriobrl disse...

Porto Alegre,9 Dezembro h.18 rua Araujo (ABI)

Junto apoiando o MST!!

http://www.flickr.com/photos/valeriobr/4153708071/sizes/o/

Pepe s2 Luci disse...

Não podemos temer o Estado porque o Estado é nosso, não podemos temer as bombas de efeito moral porque temos moral para manifestar, não podemos temer os corruptos porque suas cadeiras nos pertencem, não podemos temer a policia porque pagamos para eles nos proteger, não podemos temer a nós mesmo porque juntos podemos fazer a diferença.

www.terceiromundo.spaceblog.com.br