sexta-feira, 22 de maio de 2009

Era verdade

Quando o vice-governador Paulo Feijó confirmou que trocou e-mails com o ex-tesoureiro da campanha de Yeda Crusius ao Palácio Piratini, Rubens Bordini, sobre a doação de R$ 25 mil que teria sido feita pela concessionária de veículos Simpala, não faltaram vozes tucanas dizendo que e-mails podem ser "fabricados". Agora, sabe-se que a correspondência realmente existiu e não foi a única.

O dinheiro não consta da prestação de contas encaminhada à Justiça Eleitoral.

Nenhum comentário: