segunda-feira, 29 de junho de 2009

A favorita


A Secretaria da Transparência, criada por Yeda Crusius para conferir lisura aos atos de seu governo, é palco de uma intensa troca de titulares. Desde que foi criada no segundo semestre de 2008, a pasta já teve dois comandantes e está prestes a ter o terceiro empossado.

Mercedes Rodrigues, a primeira secretária, saiu dizendo que o governo não oferecia condições para que a estrutura cumprisse com seus objetivos. Parece que ela até tentou enfrentar alguns problemas, mas não obteve respaldo do centro do governo. Já Carlos Otaviano Brenner de Moraes, o segundo secretário da Transparência, está de malas prontas para desembarcar da nau de Yeda.

Parece que a governadora preferiu despachar o promotor a permitir a realização de uma investigação séria sobre o envolvimento de sua assessora Walna Vilarins Menezes com lobistas de empresas apontadas pela Policia Federal como suspeitas de fraudes em licitações sob responsabilide do Estado.

Nenhum comentário: