quinta-feira, 25 de junho de 2009

Yeda pagou metade do preço

Mais um ingrediente foi adicionado à polêmica que envolve a compra da mansão da governadora Yeda Crusius. Hoje, o PSOL levou ao Ministério Público de Contas informações que colocam em dúvida o valor que a governadora diz ter pago pelo imóvel de luxo. Segundo o presidente da sigla, Roberto Robaina, e o vereador Pedro Ruas, a casa adquirida pela governadora gaúcha logo depois das eleições de 2006 foi negociada um ano antes por R$ 1,4 milhão, quase o dobro do valor que Yeda alega ter desembolsado. A versão da governadora é que a transação foi selada por R$ 750 mil. “Os novos fatos comprovam, definitivamente, que o montante divulgado pela governadora não corresponde à realidade do mercado imobiliário”, frisou Ruas.

Nenhum comentário: