terça-feira, 2 de junho de 2009

Secretário negociou em separado com fumageiras

Apesar de negar qualquer favorecimento na compensação dos créditos tributários decorrentes das exportações às fumageiras que doaram R$ 400 mil à campanha da governadora Yeda Crusius ao Palácio Piratini, o secretário da Fazenda, Ricardo Englert, admitiu que negociou separadamente com as empresas Alliance e CTA.

Diante da revelação, os deputados Stela Farias (PT) e Paulo Azeredo (PDT) decidiram encaminhar novo pedido de informações ao Executivo solicitando esclarecimentos sobre os critérios adotados para as empresas receberem os recursos e os motivos que levaram as duas doadoras da campanha tucana ao topo da lista das das empresas beneficiadas com a compensação.

Nenhum comentário: