terça-feira, 4 de agosto de 2009

Esta não!


A posição do senador Pedro Simon - que em Brasília pede a renúncia do presidente do Senado, José Sarney e, no Rio Grande do Sul, diz que a governadora é vítima de "onda de denuncismo", tem chamado a atenção até dos seus companheiroas de partido, como o senador Welington Sagado (PMDB/MG), que classificou a postura de Pedro Simon como bipolar.

O assunto repercutiu na sessão desta terça-feira na Assembleia, a primeira depois do fim do recesso parlamentar. O deputado Raul Pont não deixou passar sem resposta as provocações da base aliada de que o PT também sofre do mesmo mal só que ao contrário - defende Sarney em Brasília e denuncia a prática corrupta do governo Yeda Crusius aqui.

"Em primeiro lugar, não foi o PT que elegeu o Sarney. Nosso candidato para presidir o Senado era o Tião Viana; em segundo lugar, a bancada do PT no Senado defende o afastamento de Sarney e, em terceiro lugar, se o PMDB quer nos dar uma lição de moral, que antes expulse Sarney do partido. Não vamos aceitar esta pecha de que é o PT que defende Sarney. Esta não"!

Nenhum comentário: