terça-feira, 18 de agosto de 2009

Tática do quero-quero


O deputado Ronaldo Zulke acusou o senador Pedro Simon (PMDB) de usar a tática do quero-quero. Pássaro símbolo do Rio Grande do Sul, o quero-quero costuma fazer ninho em um local, mas cantar longe como forma de despistar seus predadores. "Simon está cantando em Brasília mas não diz nada sobre os escândalos que estão ocorrendo aqui na gestão de Yeda Crusius", cobrou o líder do governo Lula na Assembleia.

Zulke ainda caracterizou a performance de Simon na tribuna do senado como "midática". "Ele espera a hora certa para discursar e polemizar com alguém em busca de holofotes", afirmou, questionando: "Qual foi mesmo o último projeto ou ação política do senador Simon em benefício dos gaúchos?"

Ninguém da bancada peemedebista respondeu.

2 comentários:

Marco Proença disse...

Parece que o senador (dorminhoco)tem um projeto. INSTALAR CAMAS NA ASSEMBLÉIA GAUCHA. Para ver se os deputados de oposição, fazem o mesmo que ele, dormir. Se isso acontecer a mamãe (progenitora maior do estado) pode se locupletar no DETRAN gaucho.

cao@dino disse...

Simon quando tentava a releeição pa
ra governador resolveu fazer uma mé
dia com os eleitores e "começou" a
pavimentar a rodovia frederico dihl
em alvorada.perdeu para o colares e
a empresa abandonou a obra e as ma
quinas o novo governador foi obriga
do a dar seguimento pq a rodovia fi
cou intransitavel(buracos,maquinas
sucateadas atiradas,e material)foi
contratada uma nova empresa que te
ve que refazer todo o trabalho(a rua afundou em varios pontos).a construtora que fez a lambança e
abandonou a obra(pelotense)era do
luiz roberto ponte que virou deputa
do,descobriu lapidou e emprestou pa
ra a tia yeda a jóia rara da walna.