quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Sem moleza




Tudo indica que a ação civil por improbidade administrativa, movida pelo MPF contra a governadora e mais oito pessoas, foi muito bem embasada. São mais de 1200 páginas, 20 mil áudios analisados e a disposição dos procuradores em fazer cumprir a lei. "Não haverá moleza para estes réus, como não há moleza para nenhum criminoso que comete ato de improbidade", disse o procurador da República Adriano Raudi à imprensa na tarde desta quarta-feira.

Nenhum comentário: