terça-feira, 18 de agosto de 2009

Walna tenta despistar fotógrafos


Conhecida por ser uma pessoa discreta e avessa a fotografias, Walna Menezes chegou à sede da Polícia Federal, onde tinha depoimento marcado, com uma hora de antecedência. Acompanhada pelo seu advogado, entrou pela garagem do prédio para despistar jornalistas e fotógrafos.

Aliás, nosso blog procurou no site do governo estadual fotos e matérias relacionadas à principal assessora da governadora Yeda Crusius. O resultado da busca é nenhuma foto e apenas uma matéria desde o dia 1º de janeiro de 2007, quando Yeda Crusius assumiu o Palácio Piratini.

Curiosamente, a única menção a Walna Menezes é numa nota oficial assinada pelo chefe da Casa Civil atestando, com base em uma certidão emitida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região RS, a inexistência de qualquer investigação em curso relativa à servidora.

Depois desta manifestação da Casa Civil, Walna já virou ré na ação por improbidade administrativa ajuízada pelo Ministério Público Federal e agora foi indiciada pela PF.

Com a palavra o chefe da Casa Civil, José Alberto Wenzel

Um comentário:

Anônimo disse...

Walna é o atestado de incompetência da mídia guasca. todo mundo sabe onde ela mora, que carro tem e que horas sai de casa (publicado em ZH) e nenhum fotojornalista gaúcho registrou a mais poderosa assessora de Yeda Crusius. Depois ainda tem fotógrafo processando quem crítica a mediocridade guasca no tema.