segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Buchmann diz que Genilton está mentindo


Durante a acareação entre o ex-presidente do Detran Sérgio Buchmann e o secretário adjunto da Administração, Genilton Ribeiro, que está acontecendo neste momento na CPI da Corrupção, Buchmann reafirmou que Ribeiro mentiu em seu depoimento à comissão.

Em depoimento à CPI, no dia 5 de outubro, Sérgio Buchmann confirmou declarações dadas por ele ao Ministério Público Federal em que relata uma conversa com Genilton Ribeiro. Segundo o ex-presidente do Detran, no encontro, o secretário informara sobre a divisão de valores desviados do Detran – oriundos de supostas propinas pagas a envolvidos nas fraudes – e que a governadora Yeda Crusius estaria sendo vítima de chantagens. Conforme Buchmann, Genilton também o teria ordenado a “calar a boca” e que não falasse mais com a imprensa sobre os problemas do Detran.

Já na oitiva do secretário, realizada dois dias depois, ele confirmou que de fato teve uma conversa com o ex-presidente do Detran porque estava preocupado com o tipo de matérias que vinham sendo veiculadas na mídia. “Mas ele interpretou mal as minhas palavras”, afirmou. Genilton garantiu, no entanto, não ter falado em chantagens e propinas, tampouco citado o nome da governadora na conversa com Buchmann.

A acareação é um procedimento previsto no Código de Processo Penal em que vítimas, testemunhas e/ou acusados, já ouvidos, são colocados face a face para esclarecer divergências encontradas em suas declarações.

Nenhum comentário: