quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Honrando o salário


Ao deixar o plenarinho, onde participou da sessão sigilosa da CPI da Corrupção que ouviu novos áudios que fazem parte do inquérito da Operação Solidária, o deputado Nelson Marchezan Júnior (PSDB) foi cercado pelos repórteres, curiosos por saber a opinião do parlamentar sobre as gravações. Lacônico, o tucano respondeu que "pessoas muito conhecidas" apareciam nas conversas e que os diálogos mostravam "muita intimidade".

Ao ser perguntado por que tinha comparecido à audiência, o deputado disse que "estava honrando seu salário", já que é pago para ir nas reuniões das comissões, nas sessões plenárias e nas demais atividades legislativas.

O puxão de orelhas naqueles que não apareceram veio de onde eles menos esperavam.

2 comentários:

RS NA CONTRAMÃO disse...

Postei no meu blog o comentário de leitora do Correio do Povo sobre a ausência dos deputados à CPI.
O blog ZERO CORRUPÇÃO é tudo de bom!

Zero Corrupção disse...

Obrigada! Vamos postar também