segunda-feira, 23 de novembro de 2009

"Sem vergonha"


Interlocutores: Marco Peixoto X Antônio Dorneu Maciel
23/10/2007

Maciel: O Celso agora tá apavorado.

Peixoto: É?

Maciel: Humhum

Peixoto: Saí da governadora agora...

Maciel: Tu teve com ela?

Peixoto: : Fiquei uma hora com ela agora.

Maciel: E ela?

Peixoto: Maciel... achou ótima a minha ideia, fui lá falar sobre isso. Aquilo que nós combinamos eu fiz. E fiz melhor ainda. Tá, então só tu com... avisa o Celso e... tá? Ela vai chamar os deputados federais, viu?

Maciel: Tu tá aonde nesse vento?

Peixoto: Tô na rua, saí do Palácio agora. Tô saindo. Tô desde as sete horas com ela lá, viu, e olha aqui, deixa... e a minha conversa com o Celso hoje foi muito, olha eu saí daqui na sala dele e a sugestão que eu dei pra ele nós vamos ter que reunir urgente um conselho político responsável do partido, que o partido não pode ficar entregue na mão de um presidente irresponsável, que tá jogando contra, por baixo, tu entende, então eu relacionei aqui oh Maciel: Zé Otávio, Frederico, Silvana, Celso, Marcelo, Tomar, Turra e eu.... pra uma janta, uma conversa urgente, tá?

Maciel: E a tua conversa com a Ieda?

Peixoto: Hã?

Maciel: A Yeda o que que disse?

Peixoto: Já mostrei, inclusive já mostrei até o papelzinho que eu tenho na mão já, tô reunindo aqui, tô reunindo o conselho político pensante do partido, pra avaliar isso, e contei o quadro pra ela né, o quadro complicado que nós temos...

Maciel: E ela?

Peixoto: Ahh, me agradeceu muito. Daí ela anotou o seguinte oh, ela anotou, eu digo olha, se a senhora quiser convidar o Afonso e o Renato, tudo bem, mas como eu acho que os três que votaram a favor do CPMF têm argumentos fortes pra vim aqui convencer os colegas... bah, ela achou tudo, ela achou maravilhoso bah, tomamo chá, tomamo café... daí ela anotou assim, eu digo olha, eu tenho outro, outra equipe que trabalha aqui em Porto Alegre e ela anotou Celso, Otomar, Maciel e Turra anotou num papel, e esse é o grupo daqui.

Maciel: Tá.

Peixoto: Viu. Então eu acho que eu fiz bem, né?

Maciel: Tá, não, fez muito bem.

Peixoto: Tá.

Maciel: Amanhã eu te procuro pra falar contigo, mas eu quero que tu faça uma coisa, eu quero que tu ligue pro João Luiz, eu não consegui falar com ele, e vê se o homem foi lá ou se ele foi no homem. Só assim, eu preciso saber isso.

Peixoto: Ontem de tarde ele sumiu. Ele pegou meu carro e sumiu.

Maciel: Mas ele tinha que, ele tinha que ir no campeão hoje.

Peixoto: Não, hoje ele não ia no campeão porque ele disse que só ia voltar daonde ele tava às oito horas da noite.

Maciel: Sem vergonha.

Peixoto: Daí sa... saiu dirigindo meu carro às duas e meia correndo...

Maciel: Sem vergonha. Sem vergonha.

Peixoto: E se sumiu. Desligou o celular...

Maciel: Não foi nem no troço do Faccione.

Peixoto: Só passou ali no início e foi embora. Eu sei onde... eu sei tudo.

Maciel: Tá, tá bom. Então amanhã nós vamos... então me ajuda a cercar ele amanhã de manhã pra ele fazer essa parte.

Peixoto: Eu vou ligar pro Celso pra contar as história.

Maciel: Tá, combinado.

Peixoto: Tá, mas essa da.. dos deputado foi muito bom.

Maciel: Tá. Gostou da conversa com a Yeda então?

Peixoto: Gostei, gostei.

Maciel: Tá bom guri.

Peixoto: Tá.

Maciel: Tá bom guri. Obrigado.

Peixoto: Tchau.

Maciel: Tchau.

Nenhum comentário: