quinta-feira, 2 de julho de 2009

Constrangimento geral

Um leitor ironiza, dizendo que chegou a procurar no Aurelião o significado da palavra suspeição, já que no governo tucano esta condição é sinônimo de proteção.

Desde o início da gestão de Yeda Crusius no Palácio Piratini, a governadora tem se encarregado, pessoalmente, de proteger secretários e assessores acusados de participação em fraudes, devio de recursos públicos, violação de dados confidenciais, entre outras irregularidades.

Foi assim com os envolvidos na fraude do Detran e está sendo assim com Walna Menenes, assessora particular da governadora. Para defender Walna, Yeda não vacilou em desautorizar o secretário de Transparência - que sugeriu a saída de Walna do Palácio - e anunciou a intenção de manter a servidora.

O constrangimento no governo é geral.

Um comentário:

Anônimo disse...

Gente que mar de lama esta o nosso lindo estado do Rio Grande do Sul devido as esta Governadora Ieda, o jornalões do estado ( ZERO HORA )não cumpri o seu papel de fortalezer a democracia com informações tão importate para este caso de desvio de dinheiro em proveito proprio no governo Ieda.
O que quer estes meio de comunicão com o povo do RS,não respeita uma grande parte dessa população que somente pede o direto de saber claramente o que esta acontecendo com os impostos que paga para melhoria de todos, e não para ser desviado para coisa escusas ok!!!!!