terça-feira, 7 de julho de 2009

Sobrou até para o holismo

Conhecido por ser adepto da filosofia holística, o deputado Giovani Cherini (PDT) apelou para os princípios da doutrina para justificar sua posição contrária à CPI da Corrupção. “Minha orientação de vida não permite o confronto”, disse a jornalistas que acompanhavam a sessão desta tarde na Assembleia.

Talvez o pedetista pertença a alguma facção desconhecida do holismo. Originalmente, o holismo prega a evolução, a integração, a importância de compreender a realidade e agir para melhorar o mundo.

Ser contrário à investigação das denúncias de corrupção que atingem o governo gaúcho é praticar a antítese do holismo – o egoísmo e o individualismo - talvez a verdadeira vocação de Cherini.

2 comentários:

Leandro Silva - Cachoeira do Sul disse...

Temos que lembrar bem esse nome, GIOVANI CHERINI, para as próximas eleições. Um deputado que não admite o confronto (pelos menos em casos em que há interesse óbvios para assim agir), não pode representar o povo gaúcho. Lembrem desse nome, pessoal. E de outros tantos também.

Suzie disse...

O deputado é um fraco holístico.
A ideologia dele é ELE.
Não podemos esquecer: ele continua pendurado no TSE e seu advogado é o mesmo de Yeda.
Convenhamos...muitos interesses em jogo.