quarta-feira, 1 de julho de 2009

Os intocáveis


Até o momento, a Assembleia não foi comunicada oficialmente das providências encaminhadas por Carlos Otaviano Brenner de Moraes para o caso Walna Meneses.

Segundo a imprensa, o secretário de Transparência está propondo o afastamento da assessora especial da governadora e a abertura de sindicância para apurar a ligação de Walna com Neide Bernardes, apontada pela Polícia Federal como integrante de um esquema montado para fraudar licitações públicas. As duas foram flagradas em conversas telefônicas interceptadas com autorização judicial.

Otaviano anunciou que já entregou suas conclusões ao chefe da Casa Civil, mas o documento ainda não chegou à Assembleia.

O deputado Paulo Azeredo (PDT) considera o fato um desrespeito com o Legislativo e cobrou o envio do material nesta tarde.

Azeredo também quer saber por que, até agora, nenhuma atitude foi tomada contra o chefe de gabinete da governadora, Ricardo Lied, flagrado violando dados sigilosos do Sistema de Consultas Integradas da Secretaria de Segurança.

Nenhum comentário: