quarta-feira, 22 de julho de 2009

A luta continua


Os integrantes da juventude petista, que estiveram ontem na escola Inácio Montanha, receberam mais de 200 adesões ao abaixo-assinado que pede a abertura da CPI da Corrupção. Toda comunidade escolar participou, entre professores, estudantes e funcionários da escola.

Conforme Miguel Idiart, membro da juventude do PT, as professoras estavam indignadas com o comportamento da governadora Yeda Crusius, que os comparou com torturadores. Também reclamaram do chefe de gabinete da governadora, que esteve na casa do presidente do Detran para pedir que este avisasse o filho que a polícia estava no seu encalço.

Depois da banca com os estudantes, o pessoal foi para o mercado público, onde mais 100 pessoas assinaram o documento.

Nenhum comentário: