quarta-feira, 8 de julho de 2009

Insônia

Se alguém citado por Lair Ferst na documentação que o lobista encaminhou ao Ministério Público Federal ainda estava dormindo tranquilo, pode providenciar os calmantes. Em entrevista coletiva concedida no final de manhã de hoje, o advogado de Ferst, Lúcio de Constantino, confirmou que seu cliente possuiu áudios de conversas que são "provas irrefutáveis, fartas e consistentes" das denúncias.

De acordo com o advogado, o material será usado na defesa de Ferst no processo da fraude do Detran "no momento oportuno". Constantino revelou que o MPF ainda não teve acesso a estas provas, "mas deve receber parte das gravações".

Nenhum comentário: