segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Marcha Mundial das Mulheres repudia violência contra Stela Farias


A Marcha Mundial das Mulheres do RS e a Secretaria Estadual de Mulheres do PT/RS divulgaram nota em protesto contra os ataques que os representantes da base governista vêm desferindo contra a presidente da CPI da Corrupção, Stela Farias. Leia o documento na íntegra

Contra o machismo da CPI da Corrupção

A violência contra a mulher não é o mundo que a gente quer!

Violência contra uma Mulher. É assim que classificamos o que tem acontecido nas sessões da CPI da Corrupção. É assim que tratamos quando sofremos violência no espaço público ou no privado. Não vamos nos calar diante do machismo, de falas desclassificadas, desrespeitosas e com tons de deboches que alguns deputados vem tratando a deputada Stela Farias. Ficamos chocadas, ainda, ao ler a materia postada no blog do PSDB do Rio Grande do Sul, onde escrevem que é preciso "Arreios à mão, para domar Stela" no título da matéria e finalizam escrevendo que "A base aliada terá que ter determinação e firmeza para domá-la". Isto é preconceituoso, misógino e machista e vem com o objetivo de desclassificá-la somente pelo fato de ser uma mulher a conduzir a CPI. Ou se fosse um homem diriam que ele precisaria de arreios?

A Assembleia Legislativa não pode compactuar com estas atitudes e declarações, que tentam diminuir o trabalho brilhante que a deputada vem desenvolvendo diante desta CPI, assim como o fez na CPI do Detran. Nossa luta cotidiana pela emancipação e autonomia das mulheres caminha junto com a luta por relações igualitárias entre homens e mulheres. Exigimos que a Assembleia Legislativa não permita que este tipo de manifestação se repita nem dentro das sessões da CPI e em nenhum lugar desta casa.

Fora machistas, homofóbicos, lesbofóbicos e misóginos da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul

Marcha Mundial das Mulheres do Rio Grande do Sul
Secretaria Estadual de Mulheres do PT/RS

Nenhum comentário: