sexta-feira, 25 de setembro de 2009

STF quer ouvir depoimento de Eliseu Padilha

O Supremo Tribunal Federal (STF) convidou o deputado federal Eliseu Padilha (PMDB)a prestar depoimento sobre fatos investigados pela Operação Solidária, que apura um esquema de fraude em licitações no Estado. Entre esses fatos está a relação entre Padilha e Maria Dolores Fraga, esposa de Chico Fraga, ex-secretário geral da administração de Marcos Ronchetti (PSDB), em Canoas. Servidora da Câmara dos Deputados, Maria Dolores Fraga trabalhava no escritório político de Padilha no Rio Grande do Sul. O despacho do STF confirma a quebra de sigilo bancário das empresas Fonte Consultoria e Rubi Assessoria, de propriedade de Padilha. Segundo o Ministério Público Federal, as fraudes investigadas pela Operação Solidária podem ter causado um prejuízo superior a 300 milhões de reais para os cofres público.

Nenhum comentário: