quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Vaz Netto ameaçou revelar esquema para pagar as contas da governadora


Indignado com o afastamento de Andréa Flores Vieira da assessoria da CPI do Detran, Flávio Vaz Netto ameaça retornar à CPI e revelar que foi pressionado por Delson Martini a resgatar Lair Ferst para pagar as contas do PSDB e as contas pessoais da governadora Yeda Crusius.

Íntegra da conversa

Serginho - Alô!

Flávio Vaz Netto – alguma novidade Serginho?

Serginho – bom, acho que vão sacanear a nossa amiga mesmo, porque eles vão pressionar prá tirar ela. (Flávio Vaz Netto – é, né??) Eu ouvi uma entrevista do, do Capoani dizendo que agora ela não tem mais condições.. - incompreensível.. é PMDB, é da base..

Flávio Vaz Netto – que coisa louca, hein tchê! Que coisa louca... Serginho eu não quero tá me...

Serginho - Mas essa é a tática deles, tu que sabe que esta tática é deles.

Flávio Vaz Netto – é.. é.. é.. eu mobilizei o Frederico aí, enchi-lhe a osso de manhã, ele me retornou nervoso que falou com o Trocca, falou com não sei quem.. então para minimamente preservá-la. (Serginho – hã hã) tá..

Serginho – incompreensível - ...foi o que eu disse agora pro rapaz que é o...o..o..jurídico da CPI, né.. foi ele que me disse isso, que acha que não tem volta..e tal, não sei o que.. eu disse prá ele, 'vem cá, pelo menos vocês não vão fazer isso com ela publicamente, com ela presente, não é?! Querer votar alí pela saída dela. Pelo menos vão...' (incompreensível)

Flávio Vaz Netto – o Serginho, eu não quero tá abusando da nossa amizade, mas tu me faria uma gentileza??

Serginho – mas claro Flávio, pode pedir.

Flávio Vaz Netto – eu mandei um e-mail pro Trocca pedindo que ele fizesse um contato comigo; eu liguei três vezes. Ele não me retornou. Falei com o chefe de gabinete dele, falei com um tal de parece Cristiano, se não me falha a memória, uma coisa assim. Bom... (Serginho – humm) Parece que é, não me lembro.. e aí..como não funcionou mandei um e-mail pedindo que ele entrasse em contato comigo até as três da tarde senão eu vou dar uma entrevista no final do dia aí..botando a boca no trombone. (Serginho – huhumm) bom.. não teve retorno. E não eu queria que tu dissesse pra ele, na orelhinha dele, 'olha o Flávio tá pedindo um contato contigo.. porque ele vai pedir o retorno da CPI e vai...'

Serginho – eu tenho intimidade pra fazer o que tu tá me pedindo...

Flávio Vaz Netto - bom..e..

Serginho – porque ele me conversa muito, ele me chama lá pra me perguntar uns troço...

Flávio Vaz Netto- esse troço da Andréia incomodou tanto ele que ele tá disposto a vir aqui prá dizer, que foi pressionado pelo Delson, tá, prá resgatar o Lair Ferst, tá, porque segundo palavras textuais do Delson tinham contas da campanha e da Governadora pra pagar. Tá. Então que eu to pedindo que ele agende uma segunda ida minha na, na CPI. Eu vou clarear isso.

Serginho – mas o que tu que mesmo é que ele te ligue, tu quer falar com ele, né?

Flávio Vaz Netto – não, não. Eu quero que tu diga isso. Não tenho mais interesse em falar com ele.

Serginho – ah, tu não quer mais falar com ele.

Flávio Vaz Netto- Não, não quero mais. Como ele..como ele, se ele quiser me ligar que me ligue, que aí eu digo isso pra ele que tô te dizendo.

Serginho – tá bom

Flávio Vaz Netto - Senão, que a razão do..pode dizer pra ele que a razão do que ele quer conversar contigo é combinar uma nova data para ele vir a CPI.. ele não quer fazer isso através do Fabiano e do.. e do.. Azeredo.. porque ele quer dizer as razões, ele quer relatar à CPI que ele foi pressionado pelo Delson prá resgatar o Lair prá produzir dinheiro pra pagar as contas do PSDB e pra pagar as contas da governadora, tá (Serginho – hum) contas pessoais da Governadora e eu não quis dizer isso na primeira, na primeira ida..

Serginho – eu faço isso mas eu acho que o impacto de tu dizer isso é muito maior do que eu transmitir, mas eu vou dizer isso, vou falar com ele agora

Flávio Vaz Netto
- mas tu diz.. olha, ele tá no telefone tal e tá disposto a falar contigo..

Serginho
- tá bom!!

Flávio Vaz Netto - tá?!.. se ele silenciar eu vou requerer por escrito a presença na CPI.

Serginho – tá bom!!

Flávio Vaz Netto - me dá um retorno??

Serginho – claro.. to indo lá fazer isso prá ti agora

Flávio Vaz Netto - Brigado, querido, uma abraço.

Um comentário:

Anônimo disse...

Pelo visto foi prontamente atendido, eis que duas horas depois Troca foi na CPI defender a Andréia.