quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Coffy enrola a massa e acende o fogo


Os movimentos do relator da CPI da Corrupção, Coffy Rodrigues (PSDB), indicam que, enquanto enrola a massa, ele já está preparando o forno para assar a pizza. O plano de trabalho do tucano, uma gambiarra jurídica que mistura regras inconstitucionais, normas antirregimentais e propostas inócuas, não deixa dúvidas que seu objetivo é não investigar.

Coffy quer evitar, ao máximo, a presença de testemunhas na comissão de inquérito e dificultar a chegada de documentos relativos ao desvio de mais de R$ 340 milhões dos cofres públicos.

Além disso, o seu plano restringe o calendário da comissão com o argumento de que o ano é pré-eleitoral. Neste aspecto, ele tem até uma certa razão, pois a base yedista irá precisar de muito tempo para explicar às bases o festival de fraudes e denúncias em que está atolada.

Nenhum comentário: