sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Juíza libera documentação integral



A juíza Simone Barbisan Fortes, da 3ª Vara Federal de Santa Maria, soterrou a intenção dos oito deputados da base governista de impedir o envio das três ações resultantes da Operação Rodin à CPI da Corrupção. No início da noite desta sexta-feira (4), a juíza liberou a documentação solicitada pela presidenta da CPI da Corrupção. “Sempre tivemos a convicção de que, ao requerer o material, estávamos agindo com responsabilidade e, absolutamente, dentro da lei. A decisão da juíza reforça nossa determinação de fazer uma investigação séria e rigorosa. Sem dúvida, é uma vitória de todos aqueles que querem elucidar a verdade”, avaliou Stela Farias.

Para o deputado Daniel Bordignon, a decisão da juíza demonstra que “ela sabe com que ela está lidando”. Segundo ele, a tentativa da base aliada de barrar o envio de documentos à comissão de inquérito “é mais uma ação desesperada para proteger a quadrilha que está assaltando os cofres do Estado e de impedir que a sociedade gaúcha conheça a verdade”.

Nenhum comentário: