terça-feira, 1 de setembro de 2009

Nem precisa de 'aurelião'


Munido de um dicionário, o deputado Daniel Bordignon pretendia explicar aos demais membros da CPI o significado das palavras presidente e relator. Com o andamento da reunião, entretanto, considerou desnecessária a leitura do 'aurelião'.

"O Regimento Interno, a Constituição e o Código Penal não deixam dúvidas sobre os direitos e deveres da presidência e da relatoria das comissões de inquérito, portanto este é um tema superado. Aquilo que não está disciplinado, será remetido ao plenário. As competências de cada um já estão estabelecidas e precisamos avançar e partir, imediatamente, para a oitiva das testemunhas relacionadas ao escândalo Detran 2, ou seja, Estela Simon e Sérgio Buchmann, ex-presidentes da autarquia, o atual presidente e os diretores da empresa Atento Service, responsável pelo recolhimento e depósito dos veículos guinchados".

Nenhum comentário: