quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Doadora da campanha de Yeda recebeu empréstimo irregular do Banrisul



A empresa Alliance One Brasil - Exportação de Tabacos, uma das financiadoras da campanha eleitoral da governadora Yeda Crusius ao Piratini, foi beneficiada com um empréstimo irregular do Banrisul. A revelação foi feita durante a audiência desta quarta-feira (14) da CPI da Corrupção. Segundo o deputado Daniel Bordignon, mesmo com o limite de crédito – R$ 25 milhões –ultrapassado em R$ 15 milhões, a fumageira foi beneficiada com mais R$ 10 milhões, somando R$ 50 milhões em empréstimos no Banrisul. Tudo isso, sem o aval do comitê técnico do banco, que rejeitou o novo financiamento por considerar que as garantias da empresa não estavam de acordo com as exigências da instituição.

O parecer do comitê técnico, no entanto, foi derrubado pela direção do Banrisul, que determinou a aprovação da operação de crédito pleiteada pela empresa que doou R$ 200 mil para a campanha de Yeda Crusius.

Antes do documento ser apresentado, o deputado Paulo Azeredo (PDT), que já tinha denunciado o favorecimento desta mesma empresa na liberação dos créditos referentes às exportação, pediu para ouvir a gravação de uma conversa entre Lair Ferst e Marcelo Cavalcante, onde os dois conversam sobre a doação das fumageiras. Na conversa, Lair Ferst diz que "achava que o negócio era com recibo, mas chegou na hora, o Bordini e o Aod...". O Bordini em questão é Rubens Bordini, atual vice-presidente do Banrisul.

Um comentário:

Teresinha Carpes disse...

Quando sair o meu recado,a minha mensagem,as notícias serão outras,infelizmente...Mas o que adianta os Blogs postarem todas estas senvergonhices da des-governadora Yérda Crusius(PSDB)o Programa "Bandeirantes a Caminho do Sol"com o jornalista Milton Cardoso,que é um admirador da des-governadora Yérda,este jornalista e Radialista,da Bandeirantes passa o dia todo,lá na Assembléia,e as 23,00 min êle vai para o rádio e só chama a base da Yérda Crusius,ou então o furioso Giuliani,que era PT,e de uma hora para outra brigou com o Raul Pont,porque como êle(Giuliani)é advogado de uma ou mais Praças de Pedágio,depois êle o deputado e Presidente Da Assembléia o deputado Pavan convidou o Giuliani,para assumir como chefe de gabinete,da Presidência Da Assembléia!A bancada do PT,ficaram indguinados,com Pavan,porque são contra o Pedágio que o Giuliani defende.