segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Documentos da Operação Solidária chegam à Assembleia


A presidenta da CPI da Corrupção, Stela Farias (PT), acaba de anunciar a chegada, na Assembleia Legiltiva, dos documentos da Operação Solidária, liberados pelo Tribunal Regional Federal à comissão.

Conforme a deputada, são 16 volumes, 8 DVDs e mais um CD com provas e material usado nas investigações de irregularidades na aquisição de merenda escolar no município de Canoas, durante a gestão do tucano Marcos Ronchetti, e em licitações de obras sob responsabilidade do Estado, como as barragens Jaquari e Taquarembó.

A apuração feita pela Polícia Federal já rendeu o indiciamento do secretário de Irrigação, Rogério Porto, e de Chico Fraga, ex-secretário de Canoas e um dos coordenadores da transição do governo Yeda, entre outras.

Segundo Stela, uma reunião fechada da CPI deve ser realizada quarta-feira (21) ao meio-dia para análise do material.

Nenhum comentário: