segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Pouca memória


O proprietário da Atento, Gilmar Schwanck Justo, que está depondo neste momento à CPI da Corrupção, confessou ao deputado Elvino Bohn Gass (PT) que "tem pouca memória".

Mesmo com a memória prejudicada, Justo admitiu que contratou a empresa Rio del Sur, de propriedade da família de Lair Ferst, para prestar serviços para sua empresa. A Rio del Sur foi uma das sistemistas utilizadas na fraude no Detran.

Nenhum comentário: