quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Enquanto 94% dos gaúchos entendem que Yeda é culpada pela corrupção, 16 deputados mandam arquivar o pedido de impeachment


Chamados a responder se a governadora Yeda Crusius (PSDB) é culpada ou inocente das acusações de corrupção apresentadas pela Justiça Federal, a população deu o seu veredicto: para 94% das pessoas que participaram do Julgamento Popular organizado pelo Comitê Fora Yeda ela culpada. Ao todo, 92.520 pessoas participaram do processo. A opção culpada foi assinalada por 86.948 (94%), contra 4.626 (5%) da opção inocente. O número de votos brancos ou nulos foi de 946 (1%)

O resultado final do julgamento foi divulgado na tarde desta quinta-feira (8), na Assembleia Legislativa, antes do início da reunião da comissão especial do impeachment, que votou o relatório elaborado pela deputada Zilá Breitenbach (PSDB) pedindo o arquivamento do pedido de afastamento.

O relatório acabou de ser aprovado por 16 votos a zero, após a oposição deixar a reunião em função do presidente da comissão, Pedro Westphalen, desrespeitar parecer da Procuradoria da Assembleia sobre o impedimento do deputado Carlos Gomes, que trocou de partido, de votar.

Nenhum comentário: