quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Onde está Walna

clique na imagem para ampliar

Walna Menezes, assessora de confiança da governadora Yeda Crusius, mulher misteriosa e de perfil discreto, ganhou súbita notoriedade com a revelação de áudios da Operação Solidária. A assessora de copa e cozinha do Palácio Piratini foi flagrada em conversas comprometedoras com uma representante de empreiteiras que faturavam alto com obras do governo do Estado. Nestas conversas, combinavam entregas de "bonsais", "arranjos florais" e vários outros eufemismos que, segundo a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, eram utilizados para encobrir a entrega dos pagamentos de propinas.

Pois esta assessora tão importante e poderosa, segundo reza a crônica especializada que cobre o Piratini, desapareceu da cena política gaúcha. Casualmente, dois dias depois que o presidente da Assembléia Legislativa aceitou a abertura do processo de impeachment da governadora por improbidade administrativa, Walna foi colocada de férias e, ao que tudo indica, viajou para fora do Estado.

Será por que sua presença estaria se tornando incômoda? Afinal, segundo a legislação que rege a improbidade, ter conhecimento de irregularidades cometidas por subordinados e não tomar nenhuma iniciativa caracteriza crime.

Walna não foi demitida nem exonerada; entrou em férias e se encontra em local incerto e não sabido. Daqui a aproximadamente uma semana terão passado 30 dias desde o seu sumiço. E é possível apostar que a mesma seguirá fora de cena.

Sob os olhares coniventes da mídia corporativa gaúcha, os cidadãos do Rio Grande seguirão convivendo com este mistério. Onde andará Walna Menezes?

Um comentário:

Zero Corrupção disse...

Quero uma foto da tipa!!!!