quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Material comprado com dinheiro público foi entregue na casa de Yeda



Acompanhada de deputados da oposição que integram a CPI da Corrupção e a comissão especial do impeachment, a presidenta da CPI denunciou que produtos comprados com dinheiro público foram entregues na casa da governadora Yeda Crusius, rua Araruama, nº 806.

Stela Farias revelou que recebeu a denúncia no dia 14 de setembro último, mas não a tornou pública antes de verificar sua veracidade. Nesta manhã, os deputados Daniel Bordignon (PT) e Paulo Borges (DEM) estiveram em uma loja de material de construção de Porto Alegre e viram a nota fiscal de uma das compras irregulares. A descrição da nota e o seu número conferem com os documentos que acompanharam a denúncia, isto é, um conjunto de impressões de telas de computadores com os processos administrativos e os empenhos financeiros das respectivas compras.

Um dos itens adquiridos - piso de borracha - chamou a atenção do deputado Daniel Bordignon pelo exagero. São 70 m² oficialmente destinados para uma guarita. "Uma guarita não necessitaria mais do que 2 m²", observou o parlamentar. Conforme o deputado Paulo Borges, as compras foram efetuadas dia 11/4/2007 e entregues na casa de Yeda 15 dias depois.

Ao todo, as denúncias de aquisição irregular de material de construção, móveis - inclusive infantis - equipamento de jardinagem e alimentos somam cerca de R$ 100 mil.

4 comentários:

Gustavo R. Nunes disse...

BARBARÍ!!!

Anônimo disse...

Isso prova que o MPE é conivente e um órgão destinado a salvar a pele da Yeda Ladra!

cao@dino disse...

bordignon e paulo borges tinham o
dever de tirar cópias das N.F.pq
elas podem sumir.tem que fazer plan
tão na casa da velha canalha até
conseguirem autorização para entrar
e conferir as compras pq se piscar
o olho ella troca os móveis na ca
lada da noite e aí desmancha todo o
trabalho......

Gustavo R. Nunes disse...

Se já não o fez...