quarta-feira, 7 de outubro de 2009

O caçador de pipas


Ressaltando seu bom caráter e honestidade, o secretário adjunto de administração, Genilton Ribeiro, que começou depor há pouco na CPI da Corrupção, resolveu contar uma passagem da sua infância. Disse que não sabia fazer pipas - ou pandorgas, como chamam os gaúchos - e se sentia frustrado por esta deficiência. Um dia, ele achou uma pipa bonita na rua e, como o brinquedo não tinha dono, o levou para casa.

Ao vê-lo chegar com a pipa, seu pai perguntou de quem era o brinquedo. Ele respondeu que tinha encontrado. O pai o repreendeu por pegar algo que não era seu e, segundo ele, a lição valeu por toda a vida.

Foi assim, se revelando um caçador de pipas, que Ribeiro tentou convencer os deputados que estão no plenarinho até agora, quase meia-noite, de que ele fala a verdade quando nega que tenha mandado o ex-presidente do Detran Sérgio Buchmann calar a boca.

Nenhum comentário: