segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Lair Ferst e Ariosto Culau


Um dia antes da deflagração da Operação Rodin, Lair Ferst esteve na Secretaria do Planejamento para conversar com o então secretário Ariosto Culau. A informação é do ex-presidente do Detran, que ainda está depondo na CPI da Corrupção. Segundo Sérgio Buchmann, que era chefe de gabinete de Culau, Ferst visitou Culau, no mínimo, três vezes.

Meses mais tarde, durante a CPI do Detran, Ariosto Culau foi flagrado tomando chope com Lair Ferst, que já estava indiciado pela fraude na autarquia.

Horas antes do chope, Ariosto Culau tinha anunciado a ruptura do contrato entre o Detran e a Fundae, medida cobrada por Ferst pois o conrato com a Fatec o excluiu do esquema.

Indagado sobre o encontro, Ariosto Culau apresentou várias versões. Primeiro, disse que foi por acaso; depois que foi combinado - afinal, os dois eram amigos, mas que não tinha nada a ver com o Detran; por último, confessou que Lair queria conversar sobre o rompimento do contrato do Detran com a Fundae e os dois marcaram de tomar algo.

"Na CPI do Detran, Ariosto Culau disse que Lair Ferst esteve uma única vez na Secretaria do Planejamento. Agora, com o depoimento de Buchmann, temos certeza de que ele mentiu", apontou a presidenta da CPI da Corrupção, Stela Farias.

Nenhum comentário: